A inversão dos valores em Nietzsche, início em 14/05/12



Qual é a origem do pecado, da culpa, e do ressentimento? São sentimentos que se tornaram tão comuns que podem nos levar a acreditar que eles são inerentes ao homem. O filósofo alemão Friedrich Nietzsche (1844-1900), em sua genealogia, afirma que esses sentimentos são inseparáveis de uma moral que reprime continuamente as forças ativas do homem. Mas como essas forças não somem, é inevitável que haja um conflito entre a moral que reprime e a vontade de potência que quer expandir-se. Assim, segundo Nietzsche, o homem torna-se reativo quando vive limitado apenas à conservação da sua existência, o que faz multiplicar o seu sofrimento e a necessidade de viver cada vez mais submetido à reprodução de valores nascidos do ressentimento e da negação da vida. Para o filósofo alemão, a felicidade corresponde ao crescimento da potência, a uma constante diferenciação de si mesmo, o que torna desnecessária toda crença em um ideal ascético, isto é, em um modelo de perfeição que esmaga as diferenças.

As aulas serão expositivas, com comentários de trechos selecionados de duas obras de Nietzsche: Genealogia da Moral e O Anticristo. O curso é destinado a interessados em geral e não é necessário ter conhecimento prévio para participar. Os alunos do curso terão acesso exclusivo aos áudios de todas as aulas.


Programa:

A exigência nietzschiana por uma crítica aos valores morais, ou seja,
de colocar em questão o valor dos valores morais.
O ressentimento como "memória das marcas".
A diferença entre o "bom e mau" (reinterpretação do homem ressentido)
e o "bom e ruim" (interpretação do homem livre).
A inversão dos valores a partir do ressentimento.
O sacerdote-pastor (judaico e cristão), o homem-rebanho e o ideal ascético:
a aliança entre os homens do ressentimento.
A diferença nietzschiana entre o Jesus de Nazaré e o Jesus do cristianismo.
A má consciência como interiorização das forças ativas e a reprodução do sentimento de culpa pela moral.
A modernidade e o ideal ascético na ciência.


Início: segunda-feira, 14 de Maio de 2012
Duração: 12 aulas, de 14/05 a 30/07
Horário: às segundas, das 20hs às 22hs
Valor: 3 parcelas de R$ 150,00
Rua Afonso de Freitas 367 (próx. ao Metrô Paraíso), Paraíso, São Paulo


Inscrições: 
Envie um e-mail para amaureks@gmail.com e informe nome, e-mail e telefone. 
O pagamento da primeira parcela é feito no local do curso, na primeira aula.
Vagas limitadas! Informações: (11) 5082-2657


Exibir mapa ampliado


Amauri Ferreira é filósofo, escritor e professor. Desde 2006 ministra cursos livres de filosofia e palestras em diversos espaços culturais e instituições de ensino. Ministrou palestras na Unesp, Universidade Mackenzie, Instituto Sedes Sapientiae e outras instituições. É autor dos livros "Introdução à Filosofia de Spinoza" (Editora Quebra Nozes) e "Introdução à Filosofia de Nietzsche" (Editora Yellow Cat Books). É também autor dos artigos "Mente, corpo, imaginação e memória em Espinosa", "Culpa, ressentimento e a inversão dos valores em Nietzsche" (ambos publicados pela revista Filosofia, da Editora Escala) e "Corpo e pensamento: a invenção de outro sentido" (publicado pela Revista Reichiana, do Instituto Sedes Sapientiae). Também faz experimentações audiovisuais filosófico-poéticas, através de videoaforismos.

Livros e artigos para download, cursos, vídeos e áudios estão disponíveis em www.amauriferreira.com

Acompanhe também pelo Facebook e Twitter.

Comentários