Encontro filosófico: Nietzsche e a genealogia da moral, em 27/05/15, das 20h às 22h


Em Genealogia da moral, Friedrich Nietzsche sublinha a importância do conhecimento das condições e circunstâncias em que os valores morais vigentes surgiram, ou seja, é necessário investigar sob quais condições o homem ocidental inventou o “bom” e o “mau”. Essa investigação implica necessariamente alguns conceitos essenciais da filosofia nietzschiana: a relação entre vontade de potência e fisiologia, os valores morais como sintomas de um modo de existir ressentido e a expansão do sentimento de culpa através da interpretação sacerdotal do sofrimento. Portanto, culpa e ressentimento, que são sentimentos que se tornaram tão comuns e que podem nos levar a acreditar que eles são inerentes à humanidade, são inseparáveis de uma moral que reprime continuamente as forças ativas do homem, impedindo-o de criar novos valores.

* O evento é destinado a interessados em geral e não é necessário ter conhecimento prévio para se inscrever.
* Os participantes receberão por e-mail o áudio da aula (formato mp3).
* A aula é dividida em três partes: na primeira parte, exposição dos conceitos; na segunda parte, perguntas dos participantes; na terceira parte, exposição dos conceitos.

Data: quarta-feira, 27 de Maio
Horário: das 20h às 22h
Entrada: R$ 35,00
Endereço: Mundo Pensante - Rua Treze de Maio 825, Bela Vista (próx. ao Metrô Brigadeiro), São Paulo - VEJA O MAPA

Inscrições: confirmar presença pelo e-mail eventos@mundopensante.com.br. O pagamento é feito no local do evento. Opções de pagamento: cartão de débito ou dinheiro. Vagas limitadas.

Evento no Facebook: https://goo.gl/Wr181e

Este será o nosso primeiro encontro filosófico que irá expor os conceitos mais importantes do livro "Genealogia da moral", de Friedrich Nietzsche: a diferença entre o "bom" e "ruim" (interpretação ativa) e o "bom" e "mau" (reinterpretação reativa), o ressentimento como memória das marcas e como espírito da vingança, a má consciência como interiorização dos impulsos ativos e como sentimento de culpa, a psicologia do sacerdote, o ideal ascético, entre outros conceitos.

Amauri Ferreira é filósofo, escritor e professor. Ministra cursos livres de filosofia e palestras em diversos espaços culturais e instituições de ensino. É autor dos livros Singularidades Criadoras (Editora Sapere), Introdução à Filosofia de Spinoza e Introdução à Filosofia de Nietzsche. É também autor dos artigos Mente, corpo, imaginação e memória em Espinosa, Culpa, ressentimento e a inversão dos valores em Nietzsche (ambos publicados pela revista Filosofia, da Editora Escala) e Corpo e pensamento: a invenção de outro sentido (publicado pela Revista Reichiana, do Instituto Sedes Sapientiae). Escritos, programação de cursos, vídeos e áudios estão disponíveis em www.amauriferreira.com. Acompanhe também pelo Facebook e Twitter.


Comentários