Deleuze e Guattari - Capitalismo e esquizofrenia 1 (O Anti-Édipo), início em 12/02, às 20h


A primeira obra de Gilles Deleuze e Félix Guattari, O Anti-Édipo, é marcada por uma nova concepção do desejo e do inconsciente. Como alternativa à concepção do desejo castrado (a ideologia da falta), do corpo reduzido ao organismo (o corpo utilitário) e da tradicional representação psicanalítica do inconsciente (Édipo como dogma), Deleuze e Guattari não dissociam o desejo do processo de produção do inconsciente, um puro processo esquizofrênico de descodificação e de desterritorialização, que funciona independentemente de qualquer interpretação. É indissociável desse processo a produção do corpo sem órgãos, isto é, um corpo intensivo que se exprime através das conexões dos órgãos do corpo. Ao reprimir o desejo e o corpo sem órgãos, o capitalismo se apropria desse processo para se constituir (o processo esquizofrênico como condição e limite absoluto do capitalismo), reduzindo o desejo, o corpo e o inconsciente ao império da representação.

* O curso é destinado a interessados em geral e não é necessário ter conhecimento prévio para participar.
* Os alunos terão acesso exclusivo aos áudios de todas as aulas.
* Cada aula é dividida em três partes: na primeira parte, exposição dos conceitos; na segunda parte, perguntas dos alunos; na terceira parte, comentários de trechos selecionados do livro O anti-Édipo.

PROGRAMA

Aula 1: Fluxos de desejo e história universal (selvagens, bárbaros e civilizados); 
Aula 2: A codificação primitiva; 
Aula 3: A sobrecodificação despótica; 
Aulas 4 e 5: A descodificação-axiomatização capitalista; 
Aula 6: A edipianização capitalista; 
Aula 7: Família, neurotização e edipianização; 
Aula 8: A edipianização psicanalítica (os cinco paralogismos da psicanálise); 
Aula 9: Neurose, perversão, psicose e a retomada do processo de produção do inconsciente; 
Aulas 10, 11 e 12: O funcionamento molecular do inconsciente: os objetos parciais, as sínteses passivas, o corpo sem órgãos e o esquizo como sujeito residual e nômade; 
Aulas 13 e 14: As tarefas da esquizoanálise: retornar ao processo de produção do inconsciente, efetuar este processo, distinguir os dois polos de investimento social do desejo (paranóico e esquizóide); 
Aulas 15 e 16: Esquizoanálise e revolução molecular.

Início: quarta-feira, 12 de Fevereiro de 2014
Duração: 16 aulas, de 12/02 a 04/06
Horário: às quartas, das 20h às 22h
Valor: R$ 160,00 mensais (os pagamentos serão realizados nos meses de Fevereiro, Março, Abril e Maio). Obs: caso haja desistência durante o curso, não será necessário efetuar o pagamento do valor referente às aulas que restarem para o término do curso.
Endereço: Rua Costa Carvalho 93, casa 4 (próx. ao Metrô Faria Lima), Pinheiros, São Paulo - VEJA O MAPA

Inscrições: envie um e-mail para filosofia@amauriferreira.com e informe nome, e-mail e telefone. O pagamento da primeira parcela é feito no local do curso, na primeira aula. Opções de pagamento: cheque, dinheiro ou depósito bancário. Vagas limitadas.

Amauri Ferreira é filósofo, escritor e professor. Ministra cursos livres de filosofia e palestras em diversos espaços culturais e instituições de ensino. É autor dos livros "Introdução à Filosofia de Spinoza" (Editora Quebra Nozes) e "Introdução à Filosofia de Nietzsche" (Editora Yellow Cat Books). É também autor dos artigos "Mente, corpo, imaginação e memória em Espinosa", "Culpa, ressentimento e a inversão dos valores em Nietzsche" (ambos publicados pela revista Filosofia, da Editora Escala) e "Corpo e pensamento: a invenção de outro sentido" (publicado pela Revista Reichiana, do Instituto Sedes Sapientiae). Livros e artigos para download, vídeos e áudios estão disponíveis em www.amauriferreira.com. Acompanhe também pelo Facebook e Twitter.



Comentários