Deleuze e Guattari - Capitalismo e Esquizofrenia 1



A primeira obra de Gilles Deleuze e Félix Guattari, O anti-Édipo, é marcada por um nova concepção do desejo e do inconsciente. Como alternativa à concepção psicanalítica do desejo castrado (a ideologia da falta) e da representação do inconsciente (Édipo como dogma), Deleuze e Guattari não dissociam o desejo do processo de produção do inconsciente, um puro processo esquizofrênico de descodificação e de desterritorialização, que funciona independentemente de qualquer interpretação. É desse processo que o capitalismo se apropria, reprimindo-o, para poder se constituir (a esquizofrenia como limite do capitalismo).


Programa: 

Agosto: Fluxos de desejo e história universal: Selvagens, Bárbaros e Civilizados (codificação primitiva, sobrecodificação despótica e descodificação-axiomatização capitalista).
Setembro: Psicanálise e edipianização. Os cinco paralogismos da psicanálise. A interrupção do processo de produção do inconsciente em neurose, perversão e psicose.
Outubro: Introdução à esquizoanálise. Paranóia capitalista e esquizofrenia revolucionária.

 
O curso é destinado a universitários, pós-graduandos, profissionais de diferentes áreas e interessados em geral. Não é necessário ter formação em filosofia para participar.

 
Os alunos do curso terão acesso exclusivo a:

- Áudios de todas as aulas;
- Plantão de dúvidas através de e-mail.


 Início: sábado, 06 de Agosto de 2011
Duração: 12 aulas, de 06/08 a 22/10
Horário: aos sábados, das 15hs às 17h30
Valor: 3x de R$ 140,00
Endereço: Rua Costa Carvalho 93, Pinheiros, São Paulo
  

Inscrições:
Envie um e-mail para amaureks@gmail.com e informe nome, e-mail e telefone.
O pagamento é feito no local do curso.
Vagas limitadas!

Exibir mapa ampliado

Comentários